Investimento de 8M€: Vila Galé inaugurou hotel em Braga

O grupo Vila Galé inaugurou sábado, dia 9 de Junho, a 30ª unidade hoteleira: o Vila Galé Collection Braga. Localizado no centro da cidade, o hotel, que ostenta a submarca Collection, resultou de um investimento de oito milhões de euros e criou 50 postos de trabalho directos. A cerimónia de inauguração contou com a presença do ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral.

Com a classificação de 4 estrelas, o Vila Galé Collection Braga oferece 123 quartos e suites, dois restaurantes, bar, adega, piscinas exteriores para adultos e crianças, spa Satsanga Collection com piscina interior, ginásio e salas de massagens, oito salas de reuniões/eventos e ainda um espaço dedicado à inovação com experiências de realidade virtual, 4K e com hologramas.

O novo hotel resulta da reconversão do complexo do antigo hospital de São Marcos, que estava desocupado desde 2011 e foi concessionado ao Grupo Vila Galé. A sua transformação em hotel respeitou a vertente histórica e arquitectónica do edifício, mantendo a estrutura existente e alguns elementos originais como os tectos abobadados.

“Este é mais um produto único na rede Vila Galé e vem complementar a nossa oferta hoteleira. Com este hotel vamos conseguir captar vários segmentos, desde o lazer, ao corporate e aos congressos e eventos. Mais uma vez concretizámos um projecto que revitaliza e viabiliza património histórico que estava desaproveitado, dando nova vida a um edifício que é marcante em Braga”, refere o presidente do grupo Vila Galé, Jorge Rebelo de Almeida.

O responsável destaca a importância do Grupo estar agora presente em Braga e frisa que “a localização, no centro histórico, a poucos minutos a pé dos principais pontos turísticos, e a conjugação entre o tradicional e o moderno são traços distintivos do hotel”.

Ostentando a submarca Collection, o novo hotel, que tem como tema a história dos arcebispos a da fundação de Portugal, é composto por três blocos: edifício D. Diogo Sousa (palácio), edifício D. Frei Caetano Brandão e edifício D. Frei Bartolomeu dos Mártires.