IPDT: Metade dos portugueses vai gozar férias mas maioria fica “cá dentro”

Entre os que gozam férias, 33% vai no entanto ficar em casa, na grande maioria por razões de ordem financeira. Entre os que vão de férias, os destinos nacionais lideram as escolhas. De acordo com o estudo realizado pelo IPDT, mais de metade dos portugueses, 50,2%, vai gozar este Verão as suas costumadas férias. No entanto, entre estes, 67% vão optar por passá-las fora de casa, sendo que os restantes vão optar por ficar em casa. Contas feitas, 49,8% dos portugueses opta mesmo por não fazer férias, com 31% a admitir que não o fará por ?questões financeiras?. Quanto a destinos os nacionais voltam a liderar, reunindo a preferência de 79% dos inquiridos, com destaque para o Algarve (44%) e Porto e Norte (12%). Refira-se, ainda, que dos que fazem férias fora de casa, 33% opta por alugar casa, 17% fica alojado em casa de familiares e amigos e 16% em casa própria. Agosto continua a ser o mês preferido para a realização de férias (52%) seguindo-se Julho ( 27%). Dos cerca de 50% que vão viajar nas férias, 69% pretende gastar o mesmo do que em 2012, ou seja, cerca de 1.000 euros, enquanto 21% admite gastar menos, maioritariamente por motivos financeiros. Neste campo, apenas 10% prevê um aumento de consumo. Quanto à duração das férias fora de casa, para 82% dos inquiridos vai ser igual à de 2012 (cerca de 12 dias), enquanto para 14% serão mais curtas. De acordo com a análise do IPDT ?estes dados indiciam uma redução da duração média da estada, o que se confirma pela análise deste indicador que, em 2011, foi de 14,1 noites e, em 2012, de 12,5 noites?. M.F.