ITB: Portugal quer ser mais eficaz na captação de turistas alemães

O presidente do Turismo de Portugal reitera que “é nossa missão continuar a afirmar o destino, trabalhando para que a captação de turistas seja mais eficaz e a experiência cada vez melhor, criando e consolidando relações de fidelização”.

Luís Araújo classifica assim a participação de Portugal na ITB que decorre até domingo na Messe Berlin Expo Centre, em Berlim.

Localizado no Hall 1.1. (Entrada Sul), Portugal está presente com um stand de 720 m2, no qual participam as sete Associações Regionais de Promoção Turística, 64 empresas, entre hotéis e agências de viagens nacionais, e três startups portuguesas na área do turismo.

Portugal continua a ter uma importante programação junto dos circuitos de distribuição turística alemã não só com a oferta de packages no Sol e Mar e no Golfe, como também com novos produtos como é o caso do Turismo Cultural, onde se encontra o recente Programa cultural “365 Algarve”, e do Turismo de Natureza, com as actividades de “Cycling & Walking”.

Refira-se que em 2016, a Alemanha foi um dos principais mercados emissores para Portugal e aquele que mais cresceu em termos de receitas geradas, tendo registado 5,3 milhões de dormidas, 1,2 milhões de hóspedes, que geraram 1,5 mil milhões de receitas. Nestes indicadores, as quotas do mercado alemão foi de 9,8%, 11,0% e 17,6%, respectivamente, o ano passado.

Na edição de 2016, a ITB Berlim contou com a participação de 10 mil expositores de 187 países, e acolheu mais de 206 mil visitantes, dos quais 120 mil profissionais do turismo.