Jornada Mundial da Juventude com reflexos positivos no turismo brasileiro

Segundo a Embratur, a Jornada Mundial da Juventude, que levou ao Brasil o Papa Francisco, teve reflexos positivos no movimento de turistas internacionais durante o mês de Julho, com quase todos os oito aeroportos principais do país a registarem aumentos na entrada de estrangeiros. Ao todo, em Julho, entraram no Brasil 415 mil turistas, com o Rio a receber mais 30% de estrangeiros e Guarulhos, em São Paulo, a registar um aumento de 27,6% o que se reflectiu em mais 40 mil estrangeiros que no mês homólogo do ano passado. Minas Gerais recebeu +44,5% de turistas internacionais e o Distrito Federal (Brasília) +16,7%. Para a Embratur, um dos principais motivos para estes aumentos foi a realização da Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro. O presidente da Embratur, Flávio Dino, lembra que muitos estrangeiros não entram necessariamente no Rio de Janeiro. ?São Paulo é uma porta de entrada importante para o turista que vem ao país, mas também outros estados receberam visitantes que objetivavam ir à JMJ depois, porém chegaram por outros locais?, afirma. Na economia o impacto foi também positivo, com cada peregrino a efectuar um gasto médio diário de 96,74 reais (cerca de 32,00 euros), num total de 659 milhões de reais (cerca de 219 milhões de euros). Em termos indirectos, o evento terá movimentado mais 587 milhões de reais (aproximadamente 196 milhões de euros). M.F.