Junho confirma 1.º semestre positivo na hotelaria, aponta AHP

No passado mês de Junho, a hotelaria portuguesa registou uma subida de 14,89% no revPar e de 6,91% na taxa de ocupação, crescimentos que vieram confirmar a tendência de subida apresentada durante o primeiro semestre do ano, segundo dados do Hotel Monitor da Associação da Hotelaria de Portugal (AHP). De acordo com os dados revelados ontem pela associação, em Junho, o revPar da hotelaria nacional fixou-se nos 50,86 euros, enquanto a taxa de ocupação passou para os 71%, com destaque para Lisboa, onde o revPar chega aos 72,35 euros, Estoril/Sintra, que apresenta um revPar de 58,58 euros, e Algarve, onde este indicador está nos 52,68 euros. As subidas, explica Cristina Siza Vieira, presidente da Direcção Executiva da AHP, ficam a dever-se à realização da Convenção dos Rotários, que decorreu em Lisboa, enquanto no Algarve foi a procura de turistas provenientes da Alemanha, Irlanda e França que levou ao aumento do revPar. Já no acumulado do primeiro semestre, a hotelaria nacional apresenta uma variação positiva, registando-se uma ?subida global dos principais indicadores face ao período homólogo de 2012?, refere a AHP, que apresenta crescimento de 3,04% e 4,02% na taxa de ocupação e revPar, para 53,53% e 33,37 euros, respectivamente. Já o preço médio por quarto foi de 62,33 euros, o que se traduz numa subida de 0,94% face a igual período de 2012, ainda que a receita média mensal por turista tenha descido 2,06%, para 95 euros. ?Em suma, sendo estas subidas interessantes do ponto de vista estatístico, os resultados são ainda assim muito modestos para a hotelaria nacional?, afirma Cristina Siza Vieira. I.M.