LATAM prevê transportar 100 mil passageiros no 1º ano da operação entre São Paulo e Lisboa

A operação inicia-se no próximo dia 3 de Setembro e serão cinco voos semanais entre São Paulo e Lisboa. A LATAM Airlines, de acordo com o director-geral para Europa, Médio Oriente e África do grupo aéreo, Rodrigo Contreras, prevê transportar nesta rota, 100 mil passageiros no primeiro ano, e até final de 2018 estima movimentar 30 mil passageiros, estando já a pôr a hipótese de aumentar o número de frequências.

A LATAM vai voar entre as duas cidades todos os dias de semana, excepto às quartas-feiras e domingos em aviões B767 com 191 lugares e económica e 30 em executiva, com serviço de refeições e entretenimento a bordo, inclusive uma experiência gourmet na classe económica, podendo, a partir de Lisboa, e com apoio das suas afiliadas, servir 143 destinos em 26 países, com destaque para a América Latina.

A capital portuguesa será, assim, a oitava cidade onde a empresa aérea opera, juntando-se a Madrid, Barcelona, Paris, Londres, Frankfurt, Milão e Roma. Só em 2017, a LATAM abriu 13 novas rotas internacionais, enquanto este ano tem em projecto o lançamento de 17 voos internacionais.

Rodrigo Contreras, que falava aos jornalistas esta quinta-feira, em Lisboa, por ocasião do lançamento da nova operação, realçou que “Lisboa representa um mercado estratégico” para a companhia, lembrando dos vínculos económicos existentes entre Portugal e a América Latina, por isso “estou seguro que Lisboa será um sucesso e, consoante a recepção do mercado e das agências de viagens, não descartamos a possibilidade de aumentar o número de frequências”.

Segundo o responsável a empresa vai ter estrutura comercial e operacional em Portugal e apostar no tráfego de negócios, étnico e de turismo “estimulando-os com promoções”, disse.

Por sua vez, o director-adjunto do aeroporto Humberto Delgado, Nuno Ferreira, “esta nova rota enche-nos de alegria por conseguirmos continuar a acolher e podermos ligar cada vez mais a cidade de Lisboa a outros destinos no mundo. É uma operação relevante para Lisboa porque permite fortalecer aquilo que já são as ligações naturais entre Portugal e Brasil e porque reforçamos a conectividade do aeroporto de Lisboa com outros destinos com mais de 120 destinos na América Latina”.

A LATAM é o principal grupo aéreo da América Latina com presença em seis mercados domésticos na região, designadamente, Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador e Peru, opera mais de 1300 voos diários, com uma frota de 314 aviões com média de idade de sete anos, tanto da família Airbus como da Boeing. É membro da aliança de companhias aérea Oneworld e não descarta a hipótese de um acordo com a TAP. “Estamos sempre abertos a nova alianças e à procura de alternativas para estender a novos destinos”, evidenciou Rodrigo Contreras, que estava acompanhado de Thibau Morand, director comercial do Grupo para Espanha, Portugal, França e Benelux, e Igácio Juan Blanco, director de Marketing e E-business na Europa, Médio Oriente e África.