Lisboa: Crescem todos os indicadores da hotelaria em Agosto

Tanto na cidade de Lisboa, como na região, em Agosto verificaram-se crescimentos em todos os indicadores e em todas as unidades hoteleiras, face ao período homólogo de 2015.

Dados do Observatório do Turismo de Lisboa, divulgados esta sexta-feira, dão conta que a ocupação média por quarto na cidade de Lisboa chegou aos 89,43%. Neste indicador as unidades hoteleiras de cinco estrelas registaram o aumento mais significativo, com uma variação de 5% por cento, seguidas das unidades de quatro estrelas, com uma subida de 1,7%.

No que respeita ao preço médio por quarto vendido (Average), o valor atingiu os  90,36 euros, com as unidades de quatro estrelas a registarem a maior taxa de crescimento (11,5% para 76,73 euros), enquanto o preço médio por quarto disponível (RevPar) subiu para os 80,81 euros, com um aumento de 12,4 face ao mesmo período do ano anterior. Neste caso, foram as unidades de quatro estrelas que voltaram a evidenciar-se com um crescimento de 13,4% para 71,58 euros. No acumulado de Janeiro a Agosto, o RevPar registou subidas significativas e um valor total médio de 66,77 euros face aos 62,64 euros registados em 2015, o que se traduz numa variação positiva de 6,6%.

Já na região de Lisboa, e de acordo com o Observatório do Turismo de Lisboa, em Agosto todas as unidades hoteleiras registaram crescimentos na ocupa­ção média por quarto, tendo-se fixado nos 89,66%, o que se traduz num aumento de 2,1% quando comparado com o mesmo período do ano anterior. Destaca-se o aumento das unidades de cinco estrelas, que registaram 81,9% (+3,5%), seguidas das unidades de 3 estrelas, com 92,1% (+2%).

No Average, a subida em todas as ca­tegorias das unidades hoteleiras permitiu que se chegasse aos 98,34 euros e uma variação positiva de 9,8%, destacando-se as unidades de três estrelas com uma variação de 10,6%, atingindo os 70,38 euros.

O RevPar acompanha a tendência registada nos dois indicadores anteriores, apresentando valores positivos em todas as unidades hoteleiras. O preço médio por quarto disponível chegou aos 88,17 euros, com um aumento de 12,1% quando comparado com o período homólogo do ano anterior. Neste indicador sobressaem as unidades de três estrelas com uma subida de 12,8%, para atingir os 64,83 euros.