Lisboa desce um lugar no ranking da qualidade de vida

Na sua 18ª edição, o estudo da Mercer – “Quality of Living 2016” agora divulgado conclui que o ranking das cidades com melhor qualidade de vida é dominado por cidades europeias. Entre as 230 cidades de todo o mundo inscritas no ranking, Lisboa está bem colocada na tabela, figurando na 42ª posição.

A capital portuguesa desceu um lugar no ranking da qualidade de vida (o ano passado era 41ª), mas mesmo assim aparece à frente de cidades como Nova Iorque, Tóquio, Los Angeles, Madrid ou Roma, aparecendo estas duas em 52º e 53º lugares, respectivamente. A título de curiosidade diga-se que a capital grega apenas surge em 87º lugar.

O ranking mundial é comandado por duas cidades europeias, concretamente Viena (Áustria) e Zurique (Suíça), seguindo-se Auckland (Nova Zelândia) e Munique (Alemanha). A cidade norte-americana com melhor posição no ranking é Vancouver (5º lugar) e no topo das cidades asiáticas está Singapura, em 26º lugar da tabela.

De acordo com o estudo da Mercer “apesar dos recentes acontecimentos com impacto na segurança e na estabilidade social, e das preocupações económicas que voltam a ensombrar a economia, as cidades europeias continuam a oferecer os mais altos níveis de qualidade de vida a nível mundial,

O estudo identifica também o ranking de segurança pessoal para as cidades que são analisadas em termos de qualidade de vida. Estabilidade interna, criminalidade, aplicação da lei local e relação do país com outros, são os factores que pesam neste índice em que Lisboa aparece em 59º lugar mas mesmo assim à frente de cidades como Milão (63º lugar). Barcelona (64º), Roma (82º) ou Madrid (84º lugar).

No domínio da segurança o ranking é encabeçado pelo Luxemburgo, seguindo-se Berna, Helsínquia e Zurique – todas empatadas em 2º lugar.

O estudo salienta que “apesar dos recentes ataques terroristas na Europa, sete das cidades do top 10 são europeias”.