Lisboa em destaque no guia de viagens da Associated Press

A cidade de Lisboa surge em destaque na mais recente edição do guia semanal de viagens da agência internacional Associated Press (AP), que sublinha o “charme particular” da capital portuguesa, referindo Belém, Alfama, Chiado e a Baixa, em Lisboa, bem como o museu de Paula Rego, em Cascais, como as cinco atracções a não perder. Publicado na passada quinta-feira, o guia da AP refere também que Lisboa é uma cidade segura, com um estilo de vida pacífico mas com muita história e uma boa oferta para caminhantes, apesar de não ter “a variedade de Paris ou de Londres”, de acordo com a Lusa. A “famosa hospitalidade portuguesa” e o “excepcional peixe e marisco nos restaurantes” são outros dos aspectos em destaque sobre Lisboa, onde se recomenda uma visita ao Mosteiro dos Jerónimos, em Belém, sem esquecer os famosos Pastéis de Belém. Em Alfama, o guia da AP elogia as ruas típicas “que sobem em direcção ao castelo, onde os arqueólogos encontraram vestígios de ocupação no século VII A.C.” e, em relação à Baixa, é descrito o “raro padrão geométrico” surgido com a reconstrução depois do terramoto de 1755. Na zona da Baixa, o guia aconselha os turistas a visitar as lojas antigas e a contemplar os passeios de calçada decorados a preto e branco e, no Chiado, que é descrito como um bairro da ‘Belle Époque’ do século XIX, o destaque é dado ao café Brasileira, com a estátua do poeta Fernando Pessoa, sendo ainda referida a reconstrução de vários edifícios pelo arquitecto Siza Vieira, depois do incêndio que destruiu parte daquela zona em 1988. Por fum, o guia da AP elogia Paula Rego, descrita como uma das mais famosas artistas modernas, e recomenda uma visita ao museu com o seu nome, em Cascais. I.M.