Lisboa: Hotelaria com resultados globalmente positivos em Maio

Em Maio, os preços médios por quarto vendido e por quarto disponível registaram alguma recuperação na hotelaria de Lisboa. O mesmo aconteceu ao nível da ocupação, que apenas teve uma quebra muito ligeira nas unidades de 3 estrelas. De acordo com os dados divulgados pelo Observatório do Turismo de Lisboa, no mês de Maio, os principais indicadores da actividade hoteleira registaram sinais de recuperação em todas as unidades hoteleiras, com destaque para as unidades de 5 e 4 estrelas da capital. A ocupação mais elevada, 85,96%, registou-se nas unidades de 4 estrelas que evidenciaram um aumento de 5,0% face a Maio do ano passado, enquanto as unidades de 5 estrelas, que atingiram uma ocupação média de 72,23%, registaram a maior subida homóloga neste indicador: +5,9%.Neste período, as unidades de 3 estrelas foram as únicas a registar um ligeiro decréscimo na ocupação de -0,5% na ocupação, para uma média de 85,92%. Já a ocupação média no mês de Maio na cidade de Lisboa teve um aumento de 3,4%, atingindo assim os 82,02%. No acumulado dos primeiros cinco meses do ano, os resultados são idênticos, embora menos expressivos nos aumentos. Também neste caso a ocupação subiu nos estabelecimentos de 5 e 4 estrelas e na média da cidade, com os 3 estrelas a serem a única categoria a descer. Ao nível do Preço Médio por Quarto Vendido (Average), em destaque o aumento registado em todas as unidades, com valores de 55,56 euros (+ 5,2%) para os 3 estrelas, de 67,05euros (+0,8%) nos 4 estrelas, e 131,10 euros (+ 0,6%), nos 5 estrelas. O preço médio na cidade também subiu. De Janeiro a Maio, os indicadores do preço médio por quarto vendido apenas foram positivos para as unidades de 3 estrelas. De sublinhar que os hotéis de cinco estrelas foram os que registaram um maior aumento de RevPar (Preço Médio por Quarto Disponível), que se traduziu em 6,5% (94,69 euros). O RevPar médio de Maio em Lisboa foi de 66,41 euros, + 8,2% que o período homólogo em 2012. Mesmo assim, o RevPar registou valores positivos em todas as categorias de hotéis analisados em Maio, enquanto nos primeiros 5 meses do ano apenas as unidades de 4 estrelas registaram uma subida homóloga. Na Grande Lisboa e na Região, registaram-se em Maio valores positivos de ocupação em todas as tipologias. Em termos de Preço Médio por Quarto Vendido destaca-se o aumento nas unidades de três e cinco estrelas. Na Região de Lisboa, verifica-se um maior aumento de RevPar (Preço Médio por Quarto Disponível) nos hotéis de cinco estrelas, apesar das outras unidades também registarem valores positivos. M.F.