Lisboa: Unidades de 3 estrelas destacam-se em Junho

De acordo com o Observatório do Turismo de Lisboa, a ocupação média por quarto durante o mês de Junho na cidade situou-se nos 84,82%, com as unidades de 3 estrelas a destacarem-se, ao registarem um aumento de 2,5% face ao período homólogo de 2015. O mesmo aconteceu na região de Lisboa em que as unidades desta categoria atingiram uma ocupação por quarto de 86,79% contra os 85% do mesmo mês do ano anterior.

No que diz respeito ao preço médio por quarto vendido (Average), há um ligeiro crescimento na cidade, face ao período homólogo, com 95,58% registados em 2016 face aos 95,55% de 2015.

No entanto, no acumulado de Janeiro a Junho, todas as unidades hoteleiras da cidade de Lisboa registam um decréscimo, com um valor médio de 72,13% de 2016 face ao 72,68% alcançado em 2015 e uma taxa variável de 0,8%.

No preço médio por quarto disponível (RevPar), as unidades de 3 e 4 estre­las registaram um crescimento significativo durante o mês de Junho, quando comparado com o período homólogo. As unidades de 3 estrelas registam uma taxa média de variação de 5,6%, que se traduz em 59,66 euros e as de 4 estrelas registam uma taxa média de variação de 1%, que se traduz em 69,11 euros.

O acumulado de Janeiro a Junho acompanha esta tendência, com todas as unidades a registarem uma subida, que se traduzem num preço médio de 62,81 euros e uma taxa variável média de 4,6%.

Igualmente, na região de Lisboa, e tendo em conta o acumulado dos primeiros seis meses deste ano, as unidades de 3 e 4 estrelas registaram subidas na taxa de ocupação quarto face ao ano anterior, com a unidades de 3 estrelas a alcançarem um aumento de 2,3%, e as de 4 estrelas a registarem uma variação positiva de 1%.

O Observatório do Turismo de Lisboa indica que na região de Lisboa o Average subiu em todas as categorias das unidades hoteleiras durante o mês de Junho, traduzindo-se numa média de 92,79 euros. O acumulado do primeiro semestre acompanha esta tendência, com todas as unidades hoteleiras a registarem valores positivos quando comparadas com o período homólogo de 2015, apresentando um valor médio de 83,89 euros, face aos 80,11 euros de 2015, e uma taxa de variação positiva de 4,7%.

No RevPar, as unidades hoteleiras de 3 e 4 estrelas de toda a região de Lisboa  acompanham a tendência ao voltarem a apresentar valores positivos (57,18 euros e uma taxa de variação de 7,4% nas unidades de 3 estrelas e 63,42 euros com uma taxa de variação de 1,1% para as 4 estrelas). Já no acumulado de Janeiro a Junho, todos os indicadores registam aumentos, com um valor médio de 57,51 euros.