Lucro operacional da Swiss desceu 31% em 2012

A companhia aérea Swiss viu o seu lucro operacional cair 31% no ano passado, uma descida que a companhia explica com o “ambiente de mercado difícil”, que levou a que o montante do lucro operacional descesse de 306 para 212 milhões de francos suíços, ainda que a receita total tenha chegado aos 5.033 milhões de francos suíços, 2% a mais que em 2011. Apesar da descida do lucro operacional na totalidade do ano, a Swiss conseguiu melhorar este indicador no quarto trimestre, quando obteve um montante de 27 milhões de francos suíços, valor que se compara com os 18 milhões alcançados em igual período do ano anterior. “Continuamos a enfrentar ventos fortes no negócio”, afirmou Harry Hohmeister, CEO da Swiss International Air Lines, acrescentando, no entanto, que a companhia tem vindo a adoptar várias medidas que lhe permitirão melhorar os resultados. Mas a descida do lucro operacional não afectou o tráfego de passageiros da companhia, que estabeleceu um novo recorde em 2012, transportando um total de 15.816.469 de passageiros, o que se traduz por um crescimento de 3,3% face a 2011. E também a capacidade da Swiss aumentou no ano passado, subida de 4,7%, tal como a taxa de ocupação, que cresceu 1,1 pontos percentuais, chegando aos 82,9%, valor que é igualmente histórico para a Swiss. Apenas no que diz respeito aos voos intercontinentais, a Swiss melhorou igualmente a sua taxa de ocupação, que neste caso foi de 87,1%, o que corresponde a um acréscimo de 1,4 pontos percentuais face ao ano anterior, enquanto na rede europeia a taxa de ocupação da Swiss subiu 0,4 pontos percentuais, para 74,7%. Apesar de o ambiente económico mundial continuar debilitado, a Swiss espera aumentar o seu tráfego de passageiros em 2013, até porque os primeiros dois meses do ano ficaram “acima das expectativas”. “Se os parâmetros de negócio permanecerem constantes, os resultados operacionais para 2013 irão ser muito semelhantes aos obtidos no ano anterior”, conclui a Swiss em comunicado. I.M.