Macau prepara-se para receber 25.ª Concurso Internacional de Fogo-de-artifício

Nos dias 14, 18, 20 e 21 de Setembro, bem como a 1 de Outubro, Macau volta a ser palco do 25.ª Concurso Internacional de Fogo-de-artifício, iniciativa que vai decorrer na zona ribeirinha em frente à Torre de Macau e que, este ano, conta com novidades, acrescentando cinco novos elementos para enriquecer o conteúdo do evento, incluindo a organização de um Fórum da Indústria Pirotécnica. Organizado pela Direcção dos Serviços de Turismo de Macau (DST), o concurso conta com o apoio de algumas das mais famosas companhias de fogo-de-artifício do mundo e, ao longo dos anos, tornou-se já ?num dos eventos internacionais a não perder do calendário da cidade?, de acordo com um comunicado do Turismo de Macau. O 25.ª Concurso Internacional de Fogo-de-artifício vai contar com a participação de equipas dos cinco continentes, incluindo uma equipa de África, que pela primeira vez participa no evento com uma equipa da Fireworks for Africa, da África do Sul, já premiada em várias competições pirotécnicas internacionais e que foi responsável pelo fogo-de-artifício na abertura e encerramento do Campeonato Mundial de Futebol da FIFA ? África do Sul 2010. Além da equipa africana, o evento, que este ano apresenta, como novidade, a introdução de efeitos de laser, vai contar também com a participação de equipas de Espanha, Suíça, Coreia, Austrália, Itália, Canadá, França e China, para além de Portugal, que estará representado pela Macedos Pirotecnia, que já anteriormente venceu o concurso. O evento tem lugar em paralelo com o Fórum da Indústria Pirotécnica, que decorre entre 28 de Setembro a 1 de Outubro, no qual é esperada a participação de profissionais estrangeiros desta indústria, bem como de profissionais chineses, num debate sobre a aplicação da tecnologia na indústria do fogo-de-artifício, segurança, desenvolvimento do sector e o seu contributo para o turismo. I.M.