Madeira repudia taxa adicional da TAP no Natal e Ano Novo

Em causa está a decisão da TAP de cobrar uma taxa adicional no montante de 25€ a 100€, consoante o sector de rede, em reservas posteriores a 6 de Dezembro. A sobretaxa vai afectar as viagens nos períodos de pico do Natal e fim de ano, em datas específicas.

Em comunicado, a Secretaria Regional da Economia, Turismo e Cultura da Madeira repudia a decisão de que afirma apenas ter tido conhecimento através da comunicação social, razão pela qual solicitou esclarecimentos à ANAC – Autoridade Nacional da Aviação Civil.

No mesmo comunicado, o governo regional da Madeira considera a alteração “injustificada e inédita” por parte da TAP e acusa a companhia de ter uma “atitude prepotente, oportunista e inqualificável”.

Apesar de considerar que “para já” esta medida não irá ter grandes reflexos no turismo madeirense uma vez que “grande parte das viagens” para o período de Natal e fim de ano “já foram devidamente adquiridas”, a Secretaria Regional não deixa de alertar que a decisão tomada pela TAP “para além de desvirtuar o mercado e quebrar a confiança dos consumidores, abre um precedente que pode vir a ter um impacto altamente gravoso para a região, no futuro”.