Maria Hotels quer ser “número um” em turismo religioso

A cadeia hoteleira portuguesa Lux Hotels, com unidades em Fátima e Lisboa, e a Lourdes Hotels Services, com hotéis em Lourdes (França), uniram-se sob a marca Maria Hotels. O objectivo passa por captar novos mercados e tornar-se “número um em turismo religioso”. Captar para as regiões de Fátima e Lourdes os 13 milhões de turistas e peregrinos que anualmente visitam os dois santuários marianos e apostar em mercados extra-europeus, de forma a que a cadeia possa ser reconhecida como sendo a “número um em turismo religioso” é o objectivo que esteve na base da parceria comercial entre a cadeia portuguesa Lux Hotels e a francesa Lourdes Hotels Service que originou a nova marca Maria Hotels. Na vertente do turismo religioso, o mercado europeu continua a ser muito importante, mas com uma Europa em crise, “até mesmo de fé”, como sublinhou o director comercial da Lourdes Hotels Services, Rafael Moreno, o objectivo é captar mercados fora da Europa levando a que os turistas, numa mesma deslocação, visitem os dois mais importantes santuários marianos da Europa: “juntos é mais fácil” captar mercados extra-europeus, até porque “a união faz a força”, frisou. Pretende-se igualmente captar para as regiões de Fátima e Lourdes um total de 13 milhões de turistas, número que resulta da soma dos turistas e peregrinos que anualmente visitam os santuários de Fátima (6 milhões) e de Lourdes (7 milhões). Para conseguir estes objectivos a nova marca vai agir como um “facilitador” do trabalho dos operadores turísticos, fornecendo-lhes “novas ideias de produtos e serviços” que estarão também abertos a “turistas individuais”. Salvaguardando que “continuaremos a ser sempre hoteleiros” Rafael Moreno garantiu que “com o know-how que ganhámos em muitos anos de actividade” nestes destinos de turismo religioso “podemos ser uma mais-valia para os operadores que queiram trabalhar connosco”. Assim, e sob o chapéu da nova marca, vão ser “sugeridos aos operadores, agentes de viagens e viajantes individuais” uma série de produtos e serviços em que o denominador comum será o de interligarem os destinos de Lourdes e Fátima. E Rafael Moreno avançou mesmo que “já há um operador brasileiro prestes a publicar, pela primeira vez na história, um pacote entre Lourdes e Fátima”. A nova marca é constituída pelos hotéis portugueses Lux Fátima e Lux Fátima Park (4 estrelas), Lux Mundi e Hotel Alecrim (3 estrelas), Lisboa Carmo Hotel (4 estrelas) e, a partir do próximo mês de Setembro, também pelo Lux Lisboa Park. Do lado francês integram a marca os hotéis Beau Site (3 estrelas), Padoue, Alba e Méditerranée (todos de 4 estrelas). M.F.