Marvão volta a apresentar candidatura à UNESCO

O vereador da Câmara Municipal de Marvão, José Manuel Pires, revelou que a autarquia vai avançar com uma nova candidatura da vila da Património Mundial da UNESCO, depois de em 2006 o projecto ter fracassado. De acordo com José Manuel Pires, a Câmara Municipal de Marvão conseguiu já reunir o financiamento necessário para avançar com a candidatura, contando também uma equipa pronta a começar a trabalhar no projecto. ?A equipa que vai estar a trabalhar connosco trabalhou com a candidatura da ilha do Pico, do Douro vinhateiro e está também a trabalhar na candidatura do montado, uma equipa que oferece toda a confiança?, disse o vereador de Marvão à Lusa. A candidatura de Marvão à UNESCO conta com financiamento através do programa InAlentejo, que comparticipa o projecto em 85%, sendo que a elaboração do dossier implica um investimento de ?200 mil euros?, de acordo com José Manuel Pires. A candidatura a Património Mundial pela Unesco conta com o apoio da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e do embaixador de Malta na Unesco e presidente do Comité Internacional das Cidades Históricas (CIVVIH), organismo integrado no Conselho Mundial de Monumentos e Sítios (ICOMOS), Ray Bondin. Recorde-se que, em 2006, Marvão retirou a candidatura que tinha apresentado à UNESCO depois de o ICOMOS, um órgão consultivo da UNESCO que propõe os bens para a classificação de Património Cultural da Humanidade, ter dado parecer negativo. I.M.