Metade dos países da UE cresce dois dígitos no número de chegadas de turistas

O documento da OMT que analisa as tendências turísticas a curto prazo na União Europeia destaca que até Junho último, 14 dos 28 países da UE registaram um crescimento de dois dígitos em termos do número de chegas de turistas.

O estudo, que apresenta dados de chegadas na União Europeia dos 28 na primeira metade do ano de 2017, fornece também uma visão geral dos gastos e das receitas do turismo internacional durante o mesmo período.

Estima-se que, no total, os destinos da União Europeia receberam 231 milhões de turistas internacionais entre Janeiro e Junho deste ano, 17 milhões mais do que em 2016, o que corresponde a um crescimento de 8%, convertendo-se no mais favorável para a UE desde 2010. Os resultados dão conta de uma subida sólida na maior parte dos destinos e na recuperação de outros que haviam sofrido quebras.

No que diz respeito ao aumento de receitas do turismo internacional, foi bastante elevado nos principais destinos da União Europeia. O documento não coloca Portugal no top5, mas sim a Espanha (+12%), Reino Unido (+11%), França, (+8%), Alemanha (+4%) e Itália (+3%).

O crescimento dos gastos dos turistas internacionais foi igualmente sólido nos quatro primeiros mercados emissores da UE-28. O estudo da OMT destaca a Alemanha (terceiro maior mercado emissor do mundo) com um incremento de 3% até Junho, enquanto o Reino Unido cresceu 8%, a França 11% e a Itália 5%.