Ministério da Economia acredita que 2016 será ano recorde no turismo

Em nota enviada à imprensa, o Ministério da Economia afirma acreditar que “2016 vai ser um ano recorde no turismo”. Uma ideia que é justificada pelo “reforço da tendência de crescimento” verificada em Maio.

O Ministério da Economia reporta-se aos dados publicados esta quinta-feira no Boletim Estatístico do Banco de Portugal, segundo os quais as receitas turísticas apresentaram um crescimento homólogo de 11,1%, em Maio. “A tendência positiva tem-se verificado desde o início do ano, com o crescimento das receitas turísticas a acelerar desde Janeiro”, lê-se na nota à imprensa.

No comunicado, o Ministério da Economia sublinha o facto de a maior parte dos mercados ter apresentado “crescimentos na ordem dos dois dígitos”, com destaque para a Alemanha que “cresceu 34,2% e para a Holanda que disparou 42,2% no mês de Maio”.

Os dados divulgados pelo Banco de Portugal mostram também que entre Janeiro e Maio, Espanha e Reino Unido registaram crescimentos das receitas turísticas de 22,2% e 15,9% respectivamente – “valores superiores aos verificados em número de hóspedes e dormidas, o que traduz um aumento no perfil de consumo dos turistas em Portugal”.

“Este comportamento positivo do turismo em Portugal é fruto da aposta do Governo na promoção junto dos principais mercados emissores e nas parcerias estabelecidas com os principais agentes económicos nacionais e estrangeiros”, comenta o Ministério da Economia na nota divulgada a propósito destes indicadores.