MSC Preziosa baptizado em Génova

O 12º navio da frota da MSC Cruzeiros, quarto e último da classe Fantasia, o MSC Preziosa, foi baptizado ao final da tarde de sábado no porto de Génova, em Itália, tendo como madrinha a diva italiana Sophia Loren, como é já tradição na companhia. A cerimónia, que contou com inúmeras personalidades e a que assistiram cerca de 2.500 convidados, foi marcada por várias surpresas. Numa cerimónia cheia de glamour, a MSC Cruzeiros baptizou sábado ao final da tarde, em Génova, o seu mais recente navio, o MSC Precioza que, como é já tradição na companhia italiana, teve como madrinha a actriz Sophia Loren. Acompanhada do presidente da MSC Cruzeiros, Gianluigi Aponte, e pelo comandante Giuliano Bossi, foi uma vez mais à actriz italiana que coube lançar a garrafa de champanhe ao casco do navio. Um dos pontos mais altos da cerimónia residiu, sem dúvida, na presença, no porto de Génova, de outros dois navios da frota da MSC Cruzeiros, o MSC Opera e o MSC Splendida, que durante praticamente toda a cerimónia, ladearam o MSC Preziosa. Uma situação que permitiu que tivesse lugar um “flsh mob” em que as três embarcações “conversaram” entre si através de um espectáculo de luz e som, com as bolas gigantes colocadas à proa de cada um dos navios (uma em cada um) a acenderem e a apagarem ao som da música “Wild Signals”, famosa por ter integrado a banda sonora do filme de Steven Spielberg, “Encontros Imediatos do Terceiro Grau”. Os passageiros que seguiam a bordo do Opera e do Splendida, acabariam também por se juntar à festa, dando as boas vindas ao mais recente navio da frota da MSC Cruzeiros. Nas varandas das suas cabinas e nos decks exteriores, os cerca de 5.000 passageiros empunhavam pequenas lanternas que fizeram incidir sobre o Preziosa outras tantas pequenas luzes. E também a cidade de Génova se juntou nestas boas-vindas aos MSC Preziosa, com a população a poder acompanhar a cerimónia em ecrãs gigantes estrategicamente localizados. A cerimónia do baptismo do MSC Preziosa começou com um vídeo que recordou todos os baptismos dos navios da companhia feitos por Sophia Loren, e contou com um show coreográfico da equipa de animação do navio, uma homenagem musica à cidade de Génova pelo cantor Gino Paoli e a actuação da Orquestra Sinfonietta de Roma, dirigida pelo maestro Ennio Morricone, conhecido por compor bandas sonoras para filmes de Quentin Tarantino, entre outros realizadores. Além de vários responsáveis da companhia, o palco pertenceu também ao bailarino italiano e embaixador da Boa Vontade da UNICEF, Roberto Bolle, que ali foi falar do contributo que a MSC Cruzeiros presta a esta organização. M.F.