MTS Globe vai manter-se independente

Rembert Euling, o ex-maior accionista da MTS Globe regressa ao controlo da empresa após ter recomprado as acções do grupo. Por esta via, a MTS Globe vai manter-se como rede independente de parcerias ao invés de se juntar ao grupo Hotelbeds como tinha planeado a GTA.

Rembert Euling, fundador e maior accionista da MTS Globe, havia cedido a sua posição à GTA, em Setembro de 2016, mantendo-se, contudo, como accionista da nova joint-venture. Agora recomprou essas mesmas acções e, por via disso, reassume o controlo da empresa.

Com a separação entre a MTS Globe e a GTA, esta última vai continuar a construir o seu portfólio de destinos de praia, complementando o de cidades, enquanto a MTS Globe seguirá uma estratégia destinada a torná-la no DMC líder nos destinos de mass-market de sol e praia, com uma forte posição no negócio do hotel trading. Mesmo assim, as empresas já garantiram que vão continuar disponíveis para manter colaboração.

Segundo comunicado da empresa, a equipa de gestão, IT e operações da MTS Globe permanece sem alterações, com Francisco Girona e Michael Frey na liderança, como CEOs, e Rembert Euling como presidente do Conselho de Administração.

A MTS Globe é o maior grupo independente de Incoming na Europa, operando em 15 países, incluindo Portugal, onde o seu negócio é liderado por Raquel Oliveira. Recentemente apostou também em destinos de longo curso, através da abertura de DMCs nas Caraíbas e nos EAU. Em conjunto com a OTS Globe, a divisão de hotel trading do grupo, a MTS Globe assegurou uma forte posição no mercado dos destinos de sol e praia e, através da Axis Data, fornece soluções tecnológicas para parceiros em mais de 60 destinos.