MTS prevê trazer 350 mil passageiros a Portugal este ano

A MTS deverá chegar este ano aos 350 mil passageiros este ano para Portugal, quando em 2015 o número foi de cerca de 300 mil. A previsão foi avançada esta quinta-feira em Lisboa pela directora geral da empresa no nosso país, Raquel Oliveira. Estes números dizem respeito apenas à área do incoming da MTS em Portugal, sem contar com as restantes áreas de negócio (outgoing e transportação).

Num encontro com hoteleiros e outros fornecedores, destinado a apresentar o Grupo MTS Globe e as suas expectativas e desafios na região de Lisboa, como aliás tem vindo a fazer em várias zonas do país onde se concentra o seu negócio, Raquel Oliveira referiu que só Portugal continental, sem contar com o Algarve, perspectiva receber 90 mil passageiros gerados pela MTS em 2016, sendo que 43% provêm da Alemanha, 27% do Reino Unido e 18% do Sul da Europa. O Algarve, que absorve o maior volume de negócios da empresa, recebeu o ano passado aproximadamente 220 mil passageiros. De acordo com a responsável, a empresa adquiriu um cliente importante tendo o incremento da procura da região Sul de Portugal ter subido 40%, com “um crescimento acima da média”.

O grupo já conta no país com cerca de 170 clientes ‘in house’, ou seja, clientes com contratos assinados. Cerca de 37% dos seus passageiros em Portugal são de nacionalidade alemã, 28% inglesa, 19% do Benelux, 12% da Europa do Sul, 2% nórdica e 2% suíça.

A nível global, o grupo com 48 anos de existência, presente em 15 países e que trabalha 65 destinos, nomeadamente na Bacia Mediterrânica e Norte de África, mas também mais recentemente o México e com previsão de se estender à América do Sul e Ásia, transportou 4 milhões de passageiros em 2015, que se traduziram num volume de negócios de 650 milhões de euros. As estimativas para 2016 são de crescimento, “mas não a dois dígitos como tem sido”. Ao nível das nacionalidades dos passageiros transportados pela MTS Globe, que se assume como um DMC, 52% são do Reino Unido, 35% da Alemanha e só 2% do Sul da Europa.

Além de Raquel Oliveira, o encontro de Lisboa contou com as presenças do director comercial, Nuno Silva, da directora de contratação, Mónica Ramos, da destination manager – Lisboa, Sandra Arenga, bem como de outros quadros da MTS.