Ninguém quer a pousada das Lajes das Flores nos Açores

A Câmara Municipal das Lajes das Flores, nos Açores, pretende alienar, pela terceira vez, uma antiga pousada da vila, com o objectivo de ser criado um novo alojamento turístico, uma vez que o último concurso não teve interessados.

“Vamos fazer uma nova tentativa de alienação por um preço mais baixo e a decisão já foi aprovada em reunião de Câmara”, disse à Lusa o presidente da Câmara Municipal das Lajes das Flores, Luís Maciel, acrescentando que o preço base de venda será de 70 mil euros.

A primeira tentativa de venda deste imóvel, terminou com a anulação do concurso público. Em Outubro de 2015, o município lançou um segundo concurso público para alienação, por 135 mil euros, da pousada, anexos e terrenos, mas, não apareceram interessados.

A Pousada da Vila das Lajes das Flores foi construída pelo Governo Regional na década de 1960 e o executivo açoriano acabou por transferir a propriedade do imóvel para a Câmara Municipal, há mais de uma década.

A unidade que ainda funcionou durante alguns anos, tem estado fechada, a degradar-se e a desvalorizar-se, e a autarquia quer que a iniciativa privada o revitalize o quanto antes, transformando-o em alojamento turístico, já que o conselho das Lajes das Flores não dispõe de nenhum hotel, apenas unidades do turismo rural e alojamentos particulares. Já o concelho vizinho de Santa Cruz das Flores oferece três hotéis.