Nova Administração do Turismo de Portugal só em Novembro

Foram ontem publicados em Diário da República os procedimentos do concurso para a escolha da nova Administração do Turismo de Portugal. Mas entre o lançamento do concurso, a selecção de uma ?short list? a ser apresentada ao Governo e a aprovação pela Tutela irá demorar pelo menos um mês até que o Turismo de Portugal tenha novos responsáveis. Foi tornado público ontem, em Diário da República, que a CReSAP – Comissão de Recrutamento e Selecção para a Administração Pública ?vai proceder à abertura? de quatro concursos para quatro cargos da Administração do Turismo de Portugal, nomeadamente para os cargos de presidente e vice-presidente do Conselho Directivo e ainda para dois vogais. Adianta ainda o Diário da República que a CReSAP tem agora ?dez dias úteis a contar da presente publicação? para lançar os concursos para os quatro cargos ? 10 dias que começaram a contar desde as 00h00 de hoje, 26 de Setembro. Em Diário da República pode ainda ler-se que ?a indicação dos requisitos formais de provimento, de perfil pretendido, da composição do júri e dos métodos de selecção será publicitada na Bolsa de Emprego Público (BEP)? e que o aviso dos procedimentos vai estar disponível na íntegra no site www.cresap.pt. A estes 10 dias que o CReSAP tem para abrir concurso há depois que juntar um período para análise de candidaturas, sendo também ao CReSAP que caberá, posteriormente, enviar ao Governo, neste caso ao secretário de Estado do Turismo as suas propostas de nomeação, que deverão ser três para cada cargo. A decisão última ficará por conta de Adolfo Mesquita Nunes. Tudo somado, e se tudo correr bem, deverá demorar mais de um mês até que o Turismo de Portugal tenha uma nova Administração. Recorde-se que o actual Conselho Directivo era presidido por Frederico Costa que, como é conhecido, pediu a demissão do cargo para assumir funções no sector privado, concretamente na Visabeira Turismo. M.F.