Nova gare do terminal de cruzeiros de Lisboa dá as boas vindas aos primeiros passageiros

A ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, acompanhada pela presidente do Porto de Lisboa, Lídia Sequeira e do director do Terminal, Ricardo Ferreira, deram as boas vindas aos primeiros passageiros chegados à nova gare do terminal de cruzeiros de Lisboa.

O navio Monarch foi o primeiro a utilizar a nova gare, esta segunda-feira, tendo passado pelo terminal cerca de 3500 pessoas, numa operação de turnaround, já que se tratava de um cruzeiro com origem em Warnemunde (Alemanha), e o embarque para uma viagem de 8 dias com destino às Ilhas Canárias.

Na ocasião, Ana Paula Vitorino, citada pelo site da APP (Associação dos Portos de Portugal) considerou este novo terminal como “uma obra que honra a arquitectura e a engenharia portuguesas, que estabelece uma relação fantástica entre a cidade e o rio através de uma integração harmoniosa de todos os elementos da envolvente, importante para o turismo e para a economia do mar”.

A governante acrescentou que trata-se de “uma infra-estrutura pronta para acolher o crescimento previsto do Porto de Lisboa na área dos cruzeiros de turnaround e dota a capital de capacidades competitivas para concorrer com outras cidades neste segmento”.

A ministra do Mar referiu que “esta é uma visita de trabalho para assinalar o arranque das operações no novo Terminal e não uma inauguração oficial, a qual ocorrerá em data oportuna após o acto eleitoral e empossado o novo executivo de Lisboa”, tendo considerado que “estamos no bom caminho, com um novo terminal de cruzeiros de excelência e com a realização em Lisboa, em 2018, da Seatrade Cruise Med, uma das maiores feiras de cruzeiros do mundo”

A construção da nova gare, da responsabilidade do LCT – Lisbon Cruise Terminals, que desde 2014 tem a concessão do terminal de cruzeiros do Porto de Lisboa, contou com um investimento global superior a 23 milhões de euros.

No final de 2017 prevê-se que as escalas de navios atinjam as 337, com o número de passageiros a chegar aos 524 mil, representando um crescimento de cerca de 8% do número de escalas face a 2016. Estes números farão de 2017 o segundo melhor ano de sempre da actividade de cruzeiros no Porto de Lisboa., depois de 2013, com 353 escalas e 558 mil passageiros.

A flexibilidade e a acessibilidade, a segurança, a qualidade ambiental e o conforto são as principais mais-valias do novo terminal. Com uma gare com uma área de 13.800 m2 e um cais de 1.490 metros de comprimento, Lisboa tem capacidade para receber navios de vários tipos e dimensões com um calado até 12 metros.

A nova gare de passageiros com 3 andares, dispõe de 360 lugares de estacionamento público e 80 lugares de estacionamento de autocarros / táxis e carros turísticos. Tem 65.000 m2 de área desenvolvida (jardins, estacionamentos e estradas de acesso) e um sistema de passarela com 600 metros, totalmente automatizado, com uma ligação ao terminal.

O terminal conta com 3.500 m2 de área para desembarque e recolha de bagagem e mais 2.100m2 de área para embarque e check-in. O projecto de arquitectura é da autoria do arquitecto português João Luís Carrilho da Graça.