Observatório vai medir sustentabilidade do Alentejo

O Turismo Sustentável do Alentejo vai passar a ser medido por um observatório, cujo memorando de entendimento é assinado esta quinta-feira, às 12h15, no Hotel M’AR de AR (Évora), no âmbito da Conferência Green Project Awards dedicada ao Turismo Sustentável.

O Turismo de Portugal concretiza, assim, uma das medidas de sustentabilidade previstas até 2020.

Seguindo as recomendações da Organização Mundial de Turismo (OMT) para a sua Rede Internacional de Observatórios para o Turismo Sustentável, as linhas orientadoras de implementação deste observatório foram definidas pelo Turismo de Portugal, em parceria com a Turismo do Alentejo ERT, a Universidade de Évora, o Instituto Politécnico de Portalegree o Instituto Politécnico de Santarém.

Considerando a importância da sustentabilidade na Estratégia Turismo 2027, o Turismo de Portugal uniu esforços à OMT na promoção do Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento, a decorrer em 2017, e lança hoje um conjunto de medidas de sustentabilidade para o setor, a implementar até 2020.

Além da criação de um observatório regional de sustentabilidade no Alentejo, e de forma a cumprir o seu Plano de Ação para a Sustentabilidade 2017-2020, o Turismo de Portugal está a desenvolver o programa de turismo inclusivo Tourism ALL for ALL; o projecto Portuguese Waves, de gestão sustentável das praias ‘surf spots’; o Portuguese Trails, programa de valorização e sustentabilidade dos traçados âncora de Cycling&Walking das regiões turísticas portuguesas; e parcerias com ONG’s para promover a sensibilização ambiental dos agentes do sector.

De destacar também neste contexto, o Programa Valorizar, enquanto instrumento centrado na regeneração e reabilitação dos espaços públicos com interesse para o turismo, a valorização turística do património cultural e natural do país, promovendo condições para a desconcentração da procura, a redução da sazonalidade e a criação de valor.