Ocupação aumentou em Fevereiro no Algarve com mercado britânico em queda

Os dados preliminares da Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve AHETA) referentes ao mês de Fevereiro dão conta da subida da taxa média de ocupação e do volume de negócios face ao mesmo mês de 2017. A contrariar os indicadores positivos esteve o mercado britânico, com uma quebra de quase 25%.

Em Fevereiro, os hotéis e empreendimentos turísticos do Algarve atingiram uma taxa de ocupação global média/quarto de 49,5%, o que representou uma subida homóloga de 0,7pp (+1,4%). Sinal positivo tem também o acumulado dos últimos 12 meses, em que a taxa média de ocupação quarto registou um saldo de +1%.

A subir bastante acima da ocupação esteve, uma vez mais, o volume de vendas que registou um aumento de 9,1% face ao mês de Fevereiro do ano passado.

Os mercados que apresentaram as maiores variações face ao mês homólogo de 2017 foram o britânico (-24,2%), o alemão (+40,5%) e o holandês (+30,5%).

Por zonas geográficas, as maiores subidas verificaram-se em Carvoeiro / Armação de Pêra (+7,0%) e Faro / Olhão (+5,3%), enquanto as principais descidas ocorreram em Portimão / Praia da Rocha (-9,7%) e Tavira (-2,2%). Já Albufeira manteve o valor verificado no ano anterior.

A AHETA faz notar que as ocupações apenas têm em conta os estabelecimentos que não encerraram na época baixa.