Odemira quer potenciar Santa Clara como pólo turístico

O Município de Odemira pretende potenciar Santa Clara como pólo turístico e motor de dinamização das aldeias e freguesias vizinhas, em toda a faixa interior do território. Como tal, apresentou uma candidatura ao VALORIZAR – Programa de Apoio à Valorização e Qualificação do Destino.

A candidatura, no valor de 276.030€, está assente na estratégia DNA Odemira – Desporto, Natureza e Aventura. O programa VALORIZAR, da responsabilidade da Turismo de Portugal, destina-se a investimentos de regeneração e reabilitação dos espaços públicos com interesse para o turismo e a valorização turística do património cultural e natural do país. Para potenciar Santa Clara como destino turístico é necessário desenvolver um plano de valorização e promoção da aldeia e dos serviços associados à barragem e às freguesias envolventes.

Além de reconhecer a apetência turística de Santa Clara e da sua albufeira, a autarquia assenta a sua decisão na Estratégia de Desenvolvimento Turístico da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, que destaca o Turismo Náutico como um dos eixos fundamentais de desenvolvimento regional e local. Neste sentido têm sido implementados alguns investimentos municipais na envolvente à Albufeira de Santa Clara, como a modernização do Posto de Turismo, a criação de uma zona balnear na albufeira ou o apoio à criação de circuitos pedestres no âmbito da Rota Vicentina.

A par de excelentes condições naturais para a prática de actividades náuticas, de lazer e de competição, neste local existe um antiga Pousada de Portugal e uma das nove praias de bandeira azul do concelho, sendo a única praia fluvial. Dispõe de diversas unidades de turismo em espaço rural, bem como de empresas de animação marítimo-turística que operam na albufeira. O Município de Odemira está a participar na iniciativa “7 Maravilhas de Portugal – Aldeias”, com a Zambujeira do Mar e Santa Clara-a-Velha e encontrarem-se entre as 49 pré-finalistas, com o objectivo de mediatizar o concelho a uma escala nacional e cimentar a identidade local.