Olimar cresceu 25% para Portugal em 2016

Face a 2015, a Olimar cresceu 25% para Portugal, destino em que é especialista, um “crescimento sensacional”, segundo afirmou Markus Zahn, director de marketing e vendas, esta terça-feira em Lisboa, no almoço comemorativo dos 45 anos do operador alemão que serviu também para celebrar os 30 anos da Portimar.

          

 

Sublinhando que este crescimento fica muito acima do aumento do mercado alemão para Portugal, que subiu 13% em 2016, Markus Zahn frisaria que tal não seria possível sem o apoio e a colaboração dos parceiros do operador em Portugal.

Os resultados de 2016 foram muito positivos, revelaram um “crescimento sensacional” mas Markus Zahn alertou para a possibilidade de nos próximos anos os aumentos não alcançarem esta dimensão: “Não sabemos se podemos continuar nos próximos anos com esta performance”, disse, lembrando ainda que, apesar destes números, “Portugal ainda só tem perto de 2% de quota do mercado alemão”.

A comemoração, esta terça-feira em Lisboa, dos aniversários da Olimar e da Portimar, foi também um ensejo para agradecer a esses mesmos parceiros, como destacou Oliver Zahn, CEO da Olimar – e eles não faltaram já que foram várias dezenas os que estiveram presentes, principalmente hoteleiros, mas também representantes de regiões de turismo e outras entidades.

O director de marketing e vendas da Olimar deixou também algumas pistas sobre a estratégia que o operador traçou até 2020 e que passa, nomeadamente, por “crescer 5% a 10% ao ano para Portugal nos próximos três anos”, um objectivo que considerou “realista”, tal como o de “ser o número um do mercado alemão para Portugal”.

Para atingir o objectivo, a Olimar vai aumentar a sua oferta no destino, incluindo um maior número de hotéis e voos no seu catálogo, e também mais circuitos. O novo catálogo da Olimar vai também ser diferente, para além de um maior número de páginas irá ser um misto de catálogo e revista.

Resultados positivos em 2016 é também o que a Portimar tem para celebrar neste seu 30º aniversário, já que, comparativamente a 2015, as suas vendas registaram um aumento de 31% para 18,8 milhões de euros.