OMT: China lidera mercados emissores de turismo

Segundo a Organização Mundial de Turismo, a China converteu-se, em 2012, no primeiro mercado emissor de turistas do mundo no que se refere a gastos efectuados em viagens internacionais: 102.000 milhões de dólares, no total. A OMT sublinha igualmente que, na última década, o mercado emissor chinês foi o que cresceu de forma mais rápida, tendo o número de turistas chineses aumentado de 10 milhões no ano 2000 para 83 milhões em 2012. Já os gastos efectuados em viagens internacionais por estes turistas aumentaram quase oito vezes desde o ano 2000, sendo que entre 2011 e 2012 o aumento foi de 40%. ?Graças a este crescimento sustentável, a China converteu-se em 2012 no país do mundo com maior gasto no turismo internacional? quando em 2005 se encontrava na sétima posição, sublinha a OMT que frisa igualmente o facto de a China ter ultrapassado, nos últimos anos, países como a Alemanha e os Estados Unidos que até 2012 figuravam em primeiro e segundo lugar, respectivamente. Ainda de acordo com os dados da OMT, na última década houve outras economias emergentes a aumentar muito os seus gastos em turismo internacional, caso da Federação Russa que em 2012 registou um crescimento de 32% para 43.000 milhões de euros, passando da sétima para a quinta posição do ranking. Referência também para o Brasil que passou da 29ª para a 12ª posição, com um gasto de 22.000 milhões de dólares em 2012. ?Algumas economias emergentes mantêm-se à cabeça do crescimento da procura turística? disse o secretário-geral da OMT, Taleb Rifai, acrescentando que ?o impressionante aumento do gasto turístico da China e da Rússia reflecte a entrada no mercado turístico de uma classe média cada vez mais forte nesses países que, certamente, continuará a mudar o panorama do turismo mundial?. M.F.