OMT prevê 1,8 mil milhões de turistas para 2030

A Organização Mundial do Turismo actualizou recentemente as suas previsões de longo prazo, que vão agora até ao ano 2030, altura em que o número de turistas internacionais em todo o mundo deverá atingir os 1,8 mil milhões. Neste período, o peso da Europa deverá contrair-se. De acordo com o estudo ?Tourism Towards 2020?, o número de chegadas internacionais em todo o mundo deverá crescer a um ritmo de 3,3% ao ano entre 2010 e 2030, sendo que ao longo das duas décadas o ritmos de crescimento deverá abrandar dos 3,8% registados em 2012 até aos 2,9% previstos para 2030. Em termos absolutos, o número de chegadas internacionais em todo o mundo deverá aumentar cerca de 43 milhões por ano, o que se compara com o aumento de 28 milhões / ano registado entre 1995 e 2010. Com base nestas previsões, o número de chegadas internacionais deverá atingir 1,4 mil milhões já em 2020, e 1,8 mil milhões 10 anos depois. Os destinos emergentes serão os que mais vão lucrar com este aumento, com a OMT a avançar que ?em 2030, 57% das chegadas internacionais acontecerão em destinos emergentes?. Por regiões, o maior crescimento acontecerá nas regiões da Ásia e do Pacífico, onde as chegadas internacionais deverão atingir os 535 milhões em 2030 (+4,9% ao ano), com a quota de mercado desta região a passar dos 22% em 2010 para os 30% em 2030. Como consequência, a quota de mercado da Europa deverá reduzir-se de 51% em 2010 para 41% em 2030. M.F.