OMT: Receitas turísticas em 2012 acompanharam tendência das chegadas

De acordo com os dados tornados públicos pela Organização Mundial do Turismo, as receitas turísticas mundiais acompanharam em 2012 a evolução positiva das chegadas de turistas internacionais. Os dados disponíveis até ao momento, que cobrem pelo menos os três primeiros trimestres do ano, reflectem um aumento significativo das receitas turísticas nos 10 principais destinos turísticos mundiais. Em Hong-Kong (China), as receitas registam um aumento homólogo de 16%, seguindo-se os Estados Unidos com +10%, Reino Unido com +6% e a Alemanha com um aumento de 5%. A OMT sublinha ainda que “um número significativo de destinos turísticos em todo o mundo viu as suas receitas provenientes do turismo registarem um crescimento homólogo acima dos 15%. Foi o caso do Japão, onde as receitas aumentaram +37%, seguindo-se a Índia e a África do Sul, ambos com +22%, Suécia e República da Coreia com +19% em ambos os casos, Tailândia com +18% e Polónia com +16%. Quanto a mercados emissores, os que mais cresceram ao nível dos gastos no estrangeiro foram as economias emergentes como a China (+42%) e a Rússia (+31%). Na Europa, apesar da situação económica, também houve aumentos nos gastos com as viagens, como aconteceu com o Reino Unido (+5%) e a Alemanha (+3%). No pólo oposto situou-se a França (-7%) e a Itália (-2%). M.F.