OMT revela que turistas gastam menos na Europa

Apesar da Europa representar 51% de chegadas internacionais em 2017, com cerca de 674 milhões de turistas, o gasto individual é menor quando comparado com outras regiões do mundo, situando-se em 750 dólares per capita, de acordo com o Barómetro da OMT referente ao ano passado.

Já nos destinos turísticos das Américas as receitas do turismo cresceram 1% o ano passado, situando-se em 330 mil milhões de dólares, mas o gasto por turista é o mais elevado de todas as regiões do mundo, que segundo a OMT foi de 1.516 dólares, ou seja, o dobro do que a Europa. Segue-se o Médio Oriente com 1.248 dólares por turista e a região da Ásia/Pacífico com 1.216 dólares per capita. Abaixo da Europa só mesmo a África que registou 66,15 milhões de chegadas internacionais, atingiu 44 mil milhões de dólares de receitas turísticas, com cada turista a gastar em média 604 dólares.

O Barómetro 2017 da OMT indica ainda as receitas turísticas a nível mundial subiram 5% em valores constantes no ano em análise, tendo chegado aos 1.332 mil milhões de dólares, no entanto um crescimento abaixo das chegadas internacionais de turistas que aumentaram 7%. A região que mais cresceu em termos de receitas turísticas foi o Médio Oriente com uma evolução positiva de 13%, seguidas da Europa e África, ambas com uma subida de 8%, da Ásia/Pacífico e das Américas, cujos crescimentos foram de 3% e 1%, respectivamente.