OMT: Turismo internacional vai crescer entre 3 a 4% em 2013

Depois de ter crescido 4% em 2012 para 1.035 milhões de turistas, a OMT espera agora que o “forte crescimento” se mantenha este ano, prevendo um aumento entre 3 e 5% do turismo internacional em 2013, em sintonia, aliás, com as projecções de longo prado da Organização Mundial do Turismo. Para 2013 a OMT espera um aumento de 3 a 4% nas chegadas internacionais, com a Ásia e Pacífico a crescerem entre 5 e 6%, seguida de África para onde se espera um aumento homólogo de 4 a 6%, e Américas, com +3 a +4%. Só depois deverá surgir a Europa, que se espera venha a registar uma variação positiva entre os 2 a 3% e por último o Médio Oriente que poderá não registar evolução ou crescer até 5%. Em 2012, o número de turistas internacionais foi de mais 39 milhões que no ano anterior, superando pela primeira vez a fasquia dos mil milhões. Para este resultado, segundo o último barómetro da OMT, contribuíram de forma decisiva as economias emergentes, com um aumento de 4,1% no número de turistas, enquanto as economias mais avançadas apenas registaram um aumento homólogo de 3,6%. Ou seja, também para 2013 se espera uma melhor resposta por parte das economias emergentes, tendência que, sublinha a OMT, vem a manifestar-se ao longo dos últimos anos. Face a estes resultados, e tendo em conta a instabilidade económica vivida no mundo ao longo do ano passado, o secretário-geral da OMT, Taleb Rifai, sublinhou que “mais uma vez, o turismo demonstrou a sua capacidade de se adaptar às condições do mercado” esperando-se por isso que “embora a um ritmo ligeiramente mais modesto” o sector continue o seu caminho de expansão durante este ano. Por isso o responsável sublinha uma vez mais que “o turismo é um pilar que os governos de todo o mundo deveriam apoiar já que faz parte da solução para estimular o crescimento económico”. M.F.