OMT: Turismo mundial cresce 7% em 2017 e é o resultado mais alto em 7 anos

As chegadas internacionais de turistas registaram em 2017 um crescimento de 7% face ao ano anterior, o que a OMT considera de “notável”, para atingir os 1.322 milhões. As previsões apontam que este forte impulso se manterá em 2018, com um ritmo entre os 4% e os 5%.

De acordo com o último Barómetro da Organização Mundial do Turismo, a partir dos dados que os destinos de todo o mundo comunicaram, este aumento de 7% é uma taxa muito superior à tendência constante de 4% que o turismo internacional tem registado desde 2010, e representa o melhor resultado em sete anos.

Liderada pelos destinos do Mediterrâneo, a Europa obteve resultados extraordinários tendo em conta que é uma região muito grande e um destino maduro, registando 8% mais de chegadas internacionais do que em 2016. A África, segundo a OMT, consolidou os resultados de 2016, com um acréscimo de 8%, enquanto a região Ásia/Pacífico registou uma subida de 6%. Mais tímidos foram os aumentos do Médio Oriente e das Américas, ou seja, +5% e +3%, respectivamente.

Só a Europa alcançou 671 milhões de chegadas de turistas internacionais, com o crescimento impulsionado pelos “extraordinários” resultados da Europa Meridional e Mediterrânica (+13%), enquanto a Europa Ocidental (+7%), a Europa Setentrional, as regiões Central e de Leste (+5%) também obtiveram subidas sólidas.

O ano passado ficou caracterizado por um crescimento sustentável em muitos destinos e pela recuperação de destinos que tinham sofrido quebras em anos anteriores, indica a OMT, para destacar que os resultados deveram-se em parte, pela recuperação económica mundial e pela forte procura de numerosos mercados tradicionais e emergentes, mas também pelo aumento do gasto turístico no Brasil e na Rússia, após vários anos de quebras.

As estimativas para 2018 apontam que este impulso de manterá, embora a um ritmo mais sustentável, após oito anos de crescimento constante, e depois das crises económica e financeira de 2009. Baseando-se nas tendências actuais, as perspectivas económicas e a previsão do grupo de peritos da OMT, a organização antecipa que as chegadas de turistas internacionais no mundo crescerão a um ritmo entre os 4% e os 5%, o que corresponde a uma taxa ligeiramente superior aos 3,8% de crescimento médio previsto pela OMT para o período 2010-2020.

As previsões para este ano apontam que a Europa e as Américas deverão crescer entre 3,5% e 4,5%, a Ásia/Pacífico entre os 5% e os 6%, a África entre 5% e 7%, e o Médio Oriente entre os 4% e os 6%.