OMT vai ter agenda recheada na Fitur 2018

Como habitualmente, a OMT volta a ter uma agenda recheada na edição de 2018 da Fitur. Os prémios para a inovação e excelência em turismo, o desenvolvimento do turismo em África e no Médio Oriente, e o mercado chinês, serão algumas das actividades que este organismo vai desenvolver durante o certame.

Um workshop sobre o turismo emissor chinês, a 17 de Janeiro, será uma das primeiras actividades da Organização Mundial do Turismo na Fitur. Haverá também a 14ª edição dos Prémios OMT para Inovação e Excelência em Turismo, que reconhecem alguns dos melhores exemplos de turismo sustentável no mundo, que serão apresentados em cerimónia que será precedida por um fórum no dia 15 de Janeiro, no qual os projectos finalistas serão apresentados e escolhidos de um total de 128 iniciativas de 55 países.

O Fórum Empresarial de Investimento e Turismo em África (Investour), evento anual organizado conjuntamente pela OMT, Fitur e Casa África, reunirá quase 30 ministros do turismo da região para discutir as oportunidades que o sector pode oferecer ao continente. As sessões deste ano (18 de Janeiro) serão estruturadas em torno de dois temas principais: “A marca África: promover o desenvolvimento das oportunidades de turismo e investimento” e “Biodiversidade como locomotiva do turismo sustentável: a importância da participação efectiva das comunidades”.

Finalmente, o potencial do turismo na região do Oriente Médio e África do Norte (MENA) também será abordado num fórum de debate ministerial organizado pela OMT e Casa Árabe, que terá lugar no dia 18 de Janeiro, e analisará as políticas e estratégias para consolidar a recuperação e aumentar a contribuição do turismo para um desenvolvimento sócio-económico inclusivo e sustentável.