ONU reconhece contributo do turismo para redução da pobreza

Em Assembleia Geral, as Nações Unidas adoptaram uma resolução em que reconhecem que o turismo sustentável é um instrumento para a redução da pobreza, o desenvolvimento das comunidades e a protecção do meio ambiente. A OMT já se congratulou com o facto
A resolução, que frisa a necessidade de optimizar os benefícios económicos, sociais, culturais e ambientais que se podem tirar do turismo, exorta as Nações Unidades a promoverem o turismo sustentável como um dos instrumentos para alcançar os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio.
Adoptada por consenso e patrocinada por DestinosProdutos e Serviços Estados-membros, a resolução tem como consequência a colocação do turismo numa sólida posição em termos da agenda das Nações Unidas para o desenvolvimento nos anos posteriores a 2015. Tanto mais que no documento é pedido à Organização Mundial do Turismo e a outras agências das Nações Unidas que formulem “recomendações sobre formas de promover o turismo sustentável, incluindo o ecoturismo, como instrumento no combate à pobreza e na promoção do desenvolvimento sustentado”. A ideia é que estas propostas possam ser apresentadas na Assembleia Geral da ONU em 2016.
A Organização Mundial do Turismo já se congratulou com a resolução adoptada dado tratar-se de um “importante reconhecimento da capacidade do turismo para promover o desenvolvimento sustentado em todo o mundo”, afirmou o secretário-geral, Taleb Rifai. “O amplo apoio a esta resolução é o reflexo da crescente sensibilização sobre o papel vital que o turismo desempenha em termos de um futuro sustentável para todos e abre a porta a políticas nacionais propícias e a que o financiamento internacional possa chegar ao turismo sustentável”, acrescentou.
M.F.