OTA traça perfil do turista português que visita os Açores

O Observatório do Turismo dos Açores delineou, através de um inquérito, o perfil do turista residente em Portugal (Continental ou Madeira) que visitou as Açores no Verão IATA 2015 e no Inverno IATA 2015/2016, em que 8 em cada 10 inquiridos afirma querer regressar ao destino no futuro.

Com o estudo conclui-se que o turista residente em Portugal visita maioritariamente as ilhas de São Miguel, Terceira, Pico, Faial e São Jorge, apresentando uma estada média superior em São Miguel e na Terceira. 55,2% dos turistas dão preferência ao regime de Alojamento e Pequeno-Almoço, com 19,6% a optar pela Meia Pensão.

A maior parte dos visitantes portugueses, 78,9%, escolhe o destino por motivos de lazer, com apenas 7,6% dos inquiridos a dirigir-se aos Açores por motivo de negócios. As viagens de 45,9% dos turistas portugueses foram planeadas entre um a três meses de antecedência, com 35,9% a decidirem a sua ida aos Açores com menos de um mês de antecedência.

29,8% das reservas para viagens às ilhas foram feitas através de agências de viagens e operadores turísticos, 25,3% através de agências de viagens e operadores turísticos online e 44,6% por websites de companhias aéreas, alojamento e de empresas de animação turística. Apenas 24,1% dos viajantes optaram por comprar pacote turístico, a maior parte destes, 25,3%, tendo comprado pacotes com valores entre os 700 e 900 euros.

A nível de companhias aéreas a preferência, de 73,4% dos passageiros, é dada às low cost, com 25,8% a optarem por companhias tradicionais e 0,8% por voos charter. Numa avaliação económica do destino, 69,1% dos visitantes considera ter um preço justo, 17,7% caro e 10,8% barato.

Como razão de escolha pelo destino Açores 53,5% dos inquiridos aponta recomendações feitas por familiares e amigos, 14,5% a Internet, 12,5% experiências anteriores nas ilhas e 5,1% brochuras e material promocional. 37,9% dos viajantes fez-se acompanhar pelo marido/mulher ou companheiro/a, 15,4% por amigos, 14,8% viajou em grupo e 13,9% sozinho.

Para 76,1% dos inquiridos os Açores eram a primeira opção de viagem. Para os 23,9% para quem o destino não era a prioridade as ideias foram mudadas, na sua maioria (52,4%), pelos companheiros de viagem. Os destinos que mais fazem concorrência aos Açores são, por ordem decrescente, a Madeira, as Canárias e as Ilhas Gregas.

Segundo este estudo da OTA, 83,9% dos turistas portugueses têm intenção de regressar ao Açores, sendo que, numa avaliação das expectativas em relação à viagem, 36,7% consideram que foi muito melhor do que esperavam, 37% melhor, e 24,4% o esperado. O grau de satisfação dos visitantes, numa escala de 0 a 5, é, para a experiência global, de 4,7. Acima dos 4 valores encontram-se as experiências em restauração, os atributos do destino, alojamento, informação e sinalização e as actividades de animação.