Paço dos Henriques reabre para turismo e cultura

O Paço dos Henriques, edifício histórico onde foi assinado o Tratado de Alcáçovas, na vila alentejana do mesmo nome, reabre a 4 de Setembro como espaço cultural e posto de turismo, após obras de requalificação de cerca de 1,7 milhões de euros.

A reabertura vai coincidir com o dia em que, em 1479, foi assinado o Tratado de Alcáçovas, que pôs termo à Guerra de Sucessão de Castela.

O dos Henriques, em plena vila de Alcáçovas, vai ter novas funções, nomeadamente um centro interpretativo do edifício, uma área de exposições e posto de turismo, e vai acolher ainda um núcleo documental e um espaço dedicado à arte chocalheira, recentemente classificada Património Cultural Imaterial da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO).

O futuro espaço cultural poderá também vir a receber um projecto relacionado com o património imaterial, que está a ser desenvolvido pelo município de Viana do Alentejo e pela Entidade Regional de Turismo (ERT) do Alentejo e Ribatejo.

A requalificação do Paço dos Henriques envolveu um investimento de cerca de 1,7 milhões de euros, com apoio do anterior programa operacional regional InAlentejo, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).