Paris com menos turistas no primeiro semestre

A capital francesa encerrou o primeiro semestre com uma quebra nos resultados turísticos face aos primeiros seis meses de 2012, que foi um ano recorde em termos turísticos na cidade. A quebra no mercado interno francês é a principal explicação avançada pelas autoridades turísticas do país para a descida das dormidas e da taxa de ocupação da hotelaria. De acordo com a imprensa internacional, que cita a Secretaria de Turismo da capital francesa, a taxa de ocupação da hotelaria parisiense terá caído 1,4% de Janeiro a Junho, o que se explica com a descida de 8,9% no número de franceses que visitaram país, mercado que representa 45% dos hóspedes da hotelaria da capital. Apesar de já ser notória alguma recuperação, as autoridades turísticas de Paris não acreditam que seja possível inverter a tendência de descida, estimando que, até ao final do ano, o número de dormidas na hotelaria desçam 1%, fixando-se nos 36,6 milhões, quando em 2012 tinham chegado aos 36,9 milhões, enquanto a taxa de ocupação deverá cair 0,6%, passando para 79%, semelhante à de 2011. A inversão que já se faz sentir deve-se, essencialmente, ao aumento do número de turistas estrangeiros, com destaque para os norte-americanos, mercado que apresenta um crescimento de 10,6%, enquanto o mercado canadiano cresceu 8,3% e o britânico 2,5%, ainda que a maior subida se encontre entre os australianos, com mais 13,1%. I.M.