Penela: aldeia abandonada vai «virar» empreendimento turístico

O projecto foi apresentado na última quarta-feira na presença do secretário de Estado de Turismo. Numa primeira fase serão investidos 24 milhões de euros a utilizar na recuperação da aldeia e sua transformação em empreendimento turístico. No total, o investimento está orçado em 46 milhões de euros, abrangendo as povoações serranas de Pessegueiro e Esquio. No caso da aldeia de Pessegueiro, onde as obras deverão arrancar de imediato, está prevista a construção de vários equipamentos de animação, incluindo um sistema de telecadeira ou teleférico de montanha, que será construído por uma empresa austríaca, ligando a aldeia a São João do Deserto, numa extensão de quase um quilómetro em linha recta. Manuel dos Santos, o empresário que vai levar para a frente este projecto, comprou 3.700 parcelas de terrenos e habitações ao longo dos últimos cinco anos, numa área que ultrapassa os 300 hectares. Em declarações à agência Lusa, o empresário Manuel dos Santos destacou que ?com este projecto inovador, podemos mostrar às pessoas que o interior do país também tem coisas belíssimas para férias, desporto e lazer?. Esclareceu também que dos 24 milhões de euros que serão investidos na primeira fase da obra, apenas uma parte foi considerada elegível para aceder aos fundos comunitários, podendo a comparticipação ascender a seis milhões de euros, se o promotor ?cumprir todos os requisitos? do QREN. M.F.