Pires de Lima: ?Sol e mar é e terá que continuar a ser uma prioridade?

À Cimeira da CTP, que se realizou sexta-feira no Algarve, o ministro da Economia foi falar daqueles que considera serem os 8 principais desafios que se colocam à actividade turística em Portugal. A continuação da aposta no sol e praia e continuar a ter como prioridade os mercados consolidados, são o caminho para concretizar dois deles. Ao falar do primeiro desafio, ?apresentar o Destino Portugal como uma proposta de valor qualificada e diferenciada? que Pires de Lima afirmou que o Governo que contruir um destino diversificado mas sem descurar o produto sol e mar porque ?só poderemos ser mais fortes se não descurarmos onde somos mais fortes?. Daí que ?o produto de ?Sol e Mar? é e terá que continuar a ser uma prioridade? servindo de âncora a produtos como golfe, a natureza, o Turismo de Saúde ou Residencial?. Melhoria dos resultados económicos e reforço da competitividade através da ?desburocratização da actividade económica?; dotar as empresas de condições para reforçarem a sua competitividade, através do financiamento, conhecimento e capacidade de inovação e criação de ?um modelo de cooperação entre os agentes púbicos e privados? onde a administração pública ?potencie as soluções e o sucesso do sector e das empresas?, foram outros desafios enumerados pelo ministro. Pires e Lima apontou ainda mais quatro desafios: segmentação da abordagem à procura de forma a ?vender mais e melhor, fidelizando e multiplicando o mercado?; aproveitamento de oportunidades nos mercados tradicionais e emergentes, mas sempre tendo como prioridade os mercados consolidados; aposta numa ?mudança na promoção, com a comercialização em mente, e sempre ao lado das empresas? e ainda a afirmação do turismo como prioridade, o que só poderá acontecer se o turismo ?ganhar protagonismo político, cultural e social?. M.F.