Ponta Delgada recebe seminário sobre ?Arquitectura e Turismo?

A Delegação dos Açores da Ordem dos Arquitectos promove, hoje e amanhã, um seminário que pretende analisar a relação entre a ?Arquitectura e Turismo?, iniciativa que decorre no auditório da Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada, nos Açores. Hoje, o seminário arranca pelas 09h30 com a sessão de abertura, com a presença de Vítor Fraga, Secretário Regional do Turismo e Transportes, Rui Alexandre, presidente do Conselho Directivo Regional Sul da Ordem dos Arquitectos, e Carlos Marques, presidente da Delegação dos Açores da Ordem dos Arquitectos. O primeiro painel é dedicado ao tema ?A memória açoriana perpetuada pela Arquitectura?, com Ana Robalo, da RPAR Arquitectos Lda, seguindo-se as ?Actividades Aquáticas: Nadar com tubarões?, com Paulo Reis, da Paralelo 37, e o tema ?Portas do Mar: Aproximar a cidade do mar?, com Tomás Salgado, do Atelier Risco. O director-geral da Cybermap, Luís Melo, apresenta ?As novas tecnologias ao dispor dos intervenientes no Turismo dos Açores? e, depois do almoço, o seminário retoma com a ?Ampliação e Remodelação Terra Nostra Garden Hotel: O bucólico como diferenciação?, com António Pardal, da A.P. Arquitectos, seguindo-se, pelas 14h40, o ?Turismo Termal: A eterna promessa?, com a intervenção do médico reumatologista Luís Maurício Santos A partir das 15h00, decorre o debate sobre os temas ?Centros de Interpretação Ambiental: Uma realidade desconhecida?, com Andrea Porteiro, presidente do Conselho de Administração da Azorina S. A., e “Centro de observação do priolo: Observação do sucesso?, com Azucena de la Cruz, assistente do Projecto LIFE Laurissilva Sustentável No primeiro dia de trabalhos vão estar em destaque mais três temáticas, nomeadamente ?Trilhos?, com Luís Melo, da Trilhos de Lava, ?Turismo em Espaço Rural: Resposta ao turismo de massas??, em que intervém Gilberto Vieira, presidente da Casas Açorianas, Associação de Turismo em Espaço Rural, e ?Rotas Ilha Verde um modelo diferenciado de restauração na oferta turística?, com Catarina Ferreira, sócia-gerente do Restaurante ?Rotas Ilha Verde?. No segundo dia, o seminário arranca com o caso do ?Furnas Lake Villas: Modernidade e natureza?, com o arquitecto Fernando Monteiro, seguindo-se o ?Contributo do Roteiro de Arquitectura ao Turismo nos Açores?, com Flávia Almeida, da Delegação dos Açores da Ordem dos Arquitectos, ?O papel da comunicação no desenvolvimento do Turismo nos Açores?, com Luís Oliveira, sócio-gerente da Lmo Zona de Ideias, e a ?EFTH – Escola de Formação Turística e Hoteleira: A Formação como factor de sustentabilidade do Turismo dos Açores?, com a participação de Marlene Damião, directora Pedagógica da EFTH. Até ao almoço, há ainda os temas ?Utilização dos valores culturais açorianos no turismo nos Açores?, com Miguel Cravinho, sócio-gerente da Terra Azul, ?Associação Turismo dos Açores: Visão Estratégica do Turismo nos Açores?, com um representante da ATA, ?Visão Subaquática dos Açores?, com o fotógrafo Nuno Sá, e ?Paisagem da Cultura da Vinha da Ilha do Pico: Património Mundial?, com Manuela Lara, da Direcção Regional do Turismo. Pelas 14h00, vai estar em debate a ?Guest-House: Novas formas de Alojamento Turístico?, com Cátia Morgado, da Vintage Place – Azorean Guest House, seguindo-se a análise sobre o ?Centro Histórico de Angra do Heroísmo: Património Mundial?, com Nuno Ribeiro Lopes, director Regional da Cultura, e sobre o ?Centro Histórico de Guimarães?, com Alexandra Gesta, da Câmara Municipal de Guimarães. Antes da sessão de encerramento, vão estar ainda em destaque os temas ?Temporada 3 – Arquitetura e Turismo?, com Tiago Mota, da Secção Regional Sul da Ordem dos Arquitectos, e ?Que futuro para o Turismo nos Açores?, com Catarina Varão, general manager da Th2 – Consultadoria, Formação em Turismo e Hotelaria. A sessão de encerramento está marcada para as 16h55, com intervenções de Vítor Fraga, Rui Alexandre e Carlos Marques. I.M.