Porto arrecadou mais de 15M€ com taxa turística até Novembro

De Janeiro a Novembro do ano passado, o Porto arrecadou mais de 15 milhões de euros com a taxa turística sobre as dormidas nos vários tipos de alojamento. A maior fatia coube à hotelaria, com 38,19%, seguindo-se o AL com 34,39% e o Airbnb com 27,43%.

Com o valor de 2€ por dormida aplicado a hóspedes com mais de 13 anos, num máximo de 7 noites seguidas, a taxa está a ser plicada desde 1 de Março de 2018, ano em que rendeu 10,4 milhões de euros.

De acordo com os dados agora revelados pela autarquia e veiculados pela agência Lusa, nos primeiros 11 meses de 2019, as receitas liquidadas da taxa turística municipal ultrapassaram os 15,1 milhões de euros, enquanto o total da receita cobrada ascende a perto de 13,9 milhões de euros.

Os dados foram apresentados segunda-feira, dia 13 de Janeiro, pelo vereador da Economia, Turismo e Comércio, Ricardo Valente, na reunião de Câmara que aprovou o novo regulamento da taxa municipal turística.

A primeira revisão deste regulamento introduz a isenção do pagamento da taxa a pessoas que estejam a passar por situações de despejo ou análogas, bem como o alargamento da isenção para o segundo acompanhante, no caso hóspedes cuja estadia seja motivada por actos médicos. Foram ainda introduzidas melhorias no âmbito da fiscalização e das contra-ordenações.

Aprovada por unanimidade em reunião de Câmara, a revisão do regulamento da taxa municipal turística do Porto vai agora estar em consulta pública por 30 dias úteis.