Porto e Norte de Portugal cria consórcio sobre turismo de natureza

O projecto sobre turismo de natureza no Norte, que junta 15 entidades em consórcio, foi oficialmente criado esta sexta-feira pela Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP).

O presidente da TPNP, Melchior Moreira, acredita que “o turismo natureza é um produto fundamental que não tem sido trabalhado em escala, envolvendo todos os players na área da natureza”, dai que esta entidade tenha decidido avançar com a criação de um consórcio, formalizado em Arouca.

“Através da estratégia validada nas Cartas de Turismo Sustentável este consórcio vai desempenhar uma estratégia de promoção em escala que dará notoriedade à região, aumentando a estada média e promovendo a economia local”, refere Melchior Moreira. A primeira iniciativa do consórcio será o Dia Europeu dos Parques em Maio.

Os trunfos estão espalhados por vários territórios da região Norte. Um parque nacional na Peneda-Gerês, quatro parques naturais, dois geoparques em Arouca e em Terras de Cavaleiros, 19 sítios de interesse comunitário da Rede Natura 2000, duas reservas da biosfera transfronteiriça, duas paisagens culturais Património da Humanidade e ainda seis espaços reconhecidos com a Carta Europeia de Turismo Sustentável – Peneda-Gerês, Montesinho, Alvão, Douro Internacional, Montanhas Mágicas e Alto Minho. Contas feitas, 25% do território do Norte detém vários tipos de classificação.