Porto e Norte: Turistas gastam cada vez mais

Os turistas que visitaram o Porto e Norte de Portugal durante o Inverno IATA (Outubro de 2016 a Março de 2017) tiveram um consumo médio por estada de 967 euros, o que corresponde a um aumento de 222 euros comparativamente ao gasto apurado em igual período de 2015/16.

Este é uma das conclusões de um estudo elaborado pelo IPDT – Instituto de Turismo, em parceria com o Turismo do Porto e Norte de Portugal e o Aeroporto do Porto.

A estada média também aumentou de 6 para quase 7 noites, fixando-se o consumo médio por pessoa e noite em 79 euros, mais 5 euros que no período homólogo anterior.

O estudo reporta ainda que 6 em cada 10 turistas que chegam ao aeroporto pernoitam no grande Porto. Os turistas em negócios ou em lazer/férias concentram-se maioritariamente no grande Porto, enquanto os turistas em visita a familiares/amigos ficam, na sua maioria, alojados em locais fora do grande Porto. O hotel é escolhido por 45% dos que pernoitam no grande Porto, e os que ficam no Norte de Portugal 53% pernoitam na casa de familiares e amigos, e 46% em habitação própria.

Mais de 70% dos inquiridos revelam ter experimentado a gastronomia local, quando indagados sobre o conjunto de actividades praticadas durante a visita ao Porto e Norte, o que representa uma subida de 5% face aos resultados do período homólogo do ano anterior.

Os principais mercados emissores de turistas para a região foram França, Espanha e Suíça, ocupando os mercados francês e suíço “uma especial relevância” no segmento dos turistas em visita a familiares e amigos, e surgindo “com menor destaque” a Alemanha, o Reino Unido e a Holanda, revela ainda o estudo, que indica que a Ryanair e a TAP foram as companhias aéreas mais utilizadas pelos turistas que chegaram à região, seguindo-se a Easyjet e a Transavia, “que ganham cada vez mais representatividade no mercado”.

Os dados indicam também que o índice de satisfação com a visita ao PNP, numa escala de 1 a 7 pontos, se cifrou nos 6,38 pontos e a intenção de recomendar superou este valor (6,48 pontos). Os turistas revelaram que o rio e a zona histórica do Porto foram os locais que mais gostaram de visitar.

Do perfil realizado aos turistas que visitaram o Porto e Norte resultou, por outro lado, que 56% tinham entre 19 e 40 anos, apresentavam um rendimento médio mensal de 3.300 euros e eram, na maioria, casados, embora a percentagem de solteiros a visitar a região neste período tenha atingido os 37%.

A maioria dos turistas do PNP eram repetentes na visita, com cerca de 69% a afirmar já ter estado na região, nomeadamente os que se encontravam em visita a familiares/amigos, que declararam quase na totalidade (93%) que esta não era a sua primeira vinda ao destino. Já cerca de 39% dos turistas em negócios e 53% dos que estavam em lazer/férias afirmaram nunca ter visitado a região.