Porto Santo Line aposta no segmento de cruzeiros de 1 dia à ilha dourada

A Porto Santo Line, empresa do universo do Grupo Sousa e proprietária do navio “Lobo Marinho” pretende dinamizar o segmento de cruzeiros de um dia entre a Madeira e a ilha dourada, revelou o seu administrador executivo, Sérgio Gonçalves.

O gestor, que falava aos jornalistas, em Lisboa, a bordo do ferry que faz a ligação entre as duas ilhas da região autónoma, e que esteve atracado esta segunda-feira em Santa Apolónia, após trabalhos de manutenção, disse que a empresa tem ainda muito potencial para crescer nesta área. “Ao permitir fazer a viagem em 2h15 o Lobo Marinho deu-nos a possibilidade de lançar este novo produto, que já representa cerca de 25% dos passageiros transportados no ano anterior, o que quer dizer 35 mil a 40 mil pessoas, mas ainda insuficiente no universo de um milhão de hóspedes que a Madeira recebe anualmente”.

Estes cruzeiros podem ser acompanhados no Porto Santo com outras actividades. Neste sentido, a empresa oferece pacotes com passeio de bicicleta, almoço, excursão à ilha ou tacadas de golfe. De regresso, pode-se jantar no restaurante à la carte do navio situado numa zona que permite uma espectacular vista para a costa Sul da Madeira, uma vez que o regresso se faz ao fim do dia.

O gestor disse ainda que a empresa aposta também nos produtos combinados, que permitem que os turistas fiquem uns dias na Madeira e outros no Porto Santo, utilizando o navio e as unidades hoteleiras que o grupo oferece na ilha dourada.

“O segmento dos pacotes combinados está a crescer, temos participado nas principais feiras internacionais de turismo e a propor as agências de viagens e operadores turísticos. É o que pretendemos fazer também junto dos profissionais do continente, e esta acção em Lisboa tem esse objectivo”, referiu Sérgio Gonçalves.

Uma viagem entre as duas ilhas (ida e volta) custa no Inverno 46,94 euros e, de Abril a Setembro o preço é de 57,40 euros. A viagem realiza-se diariamente, excepto às sextas-feiras e está disponível o ano inteiro e, no pico do Verão pode fazer até duas ligações por dia.

O Lobo Marinho, navio construído de raiz e que liga as duas ilhas desde 2003, trouxe conforto, rapidez e melhorias significativas aos passageiros, com vários salões e bares, um restaurante à la carte, cafetaria, sala de jogos, solário e uma sala de cinema.

Em 2015 transportou 360 mil passageiros, contra os 100 mil que a Porto Santo Line transportou em 1995, quando ganhou a concessão da linha marítima entre a Madeira e o Porto Santo. “Este crescimento deve-se a fortes investimentos em termos de marketing e apoio a grandes eventos que se realizam na ilha”, disse o executivo.

A Porto Santo Line é empresa do universo do Grupo Sousa, único grupo português no consórcio que vai gerir o novo terminal de cruzeiros do porto de Lisboa, mas que também possui três unidades hoteleiras na ilha dourada – Torre Praia (em renovação), Praia Dourada e aparthotel Luamar, bem como uma rede de agências de viagens.