Portos nacionais com número recorde de passageiros em 2012

Os portos nacionais receberam, em 2012, um total de 1.314.023 passageiros de cruzeiro, o maior número de sempre e que representa um crescimento de 8% face a 2011, quando os portos portugueses tinham contabilizado um total de 1.219.614 turistas. “Este número inclui os passageiros recebidos nos portos de Leixões, Lisboa, Setúbal, Portimão, Açores, Funchal e Porto Santo, bem como Cascais, tendo todos, à excepção de Portimão e Porto Santo, registado um crescimento face a 2011”, refere o Porto de Lisboa em comunicado. Pela primeira vez, o porto de Leixões superou a barreira dos 50 mil passageiros, tendo sido, no ano passado, o porto que maior crescimento registou a nível nacional, com uma subida de 81%, seguindo-se os portos dos Açores, com um crescimento de 18%, transpondo, também, pela primeira vez, a barreira dos 100 mil passageiros. Já a liderança nacional pertenceu, mais uma vez, ao porto do Funchal, que no ano passado recebeu um total de 592.935 passageiros, acréscimo de 10%, enquanto o porto lisboeta, que contabilizou 522.604 passageiros, teve uma subida de 4%. No porto de Setúbal, o número de passageiros foi de apenas 169, o que, ainda assim, evidencia uma subida de 17%. Na mesma informação, o Porto de Lisboa explica que “este recorde nacional foi determinado pelo aumento de 9% do segmento de trânsito que contabilizou 1.255.460 passageiros, contra os 1.152.203 registados em 2011. E também em termos de escalas os portos portugueses estabeleceram um novo recorde, tendo sido contabilizado um total de 887 escalas, o que se traduziu num crescimento de 4% face às 850 contabilizadas em 2011, com destaque para os portos dos Açores e Leixões, que registaram subidas de 30 e 25%, respectivamente, enquanto o Funchal, com uma subida de 11%, chegou às 336 escalas, colocando-se na liderança nacional. Ao longo do ano passado, os portos nacionais receberam 62 escalas inaugurais de diversos navios, dos quais 29 nos Açores, 12 em Lisboa, 11 no Funchal, seis em Leixões e quatro em Portimão. “Os portos nacionais congratulam-se, assim, pela boa performance da actividade de cruzeiros em Portugal resultante, em grande parte, da aposta conjunta na promoção de Portugal enquanto destino de cruzeiros, nomeadamente em eventos internacionais da indústria dos cruzeiros”, refere a mesma informação. I.M.