Portugueses ajudam a promover o Centro de Portugal

Durante o mês de Agosto, dois mil portugueses responderam ao desafio lançado pelo Turismo de Portugal. Os quatro filmes da campanha promocional “Faça um plano pelo Centro de Portugal” estão agora disponíveis nas plataformas digitais do Turismo de Portugal e mostram uma região à espera de ser (re)descoberta.

Aventura, criatividade, herança e natureza são os temas desenvolvidos pelos realizadores Diogo Morgado, Edgar Pêra, Pedro Varela e Ruben Alves, que, a convite do Turismo de Portugal, tinham como objectivo, com planos filmados pelos portugueses, realizar filmes com cerca de 3 minutos sobre uma região que procura recuperar do maior incêndio de sempre no país. Dos cerca de dois milhares de planos submetidos à validação dos realizadores, foram utilizados perto de uma centena, com os respectivos créditos a figurarem em cada um dos filmes. A campanha vai estar disponível nos meios digitais e televisão.

Com esta campanha, através do envolvimento dos portugueses e da criação de conteúdos inovadores, o Turismo de Portugal visa promover uma região com uma oferta ímpar, mas negativamente impactada por devastações naturais nos últimos meses.

Para a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, “os quatro filmes que aqui se apresentam reflectem uma diversidade tão grande que pode até parecer que estão a promover regiões distintas e não a mesma”, lembrando que O Centro de Portugal, “que tão afectado foi pelos incêndios deste Verão, continua a ter uma oferta riquíssima e única”.

Assim, como os quatro realizadores lançaram o desafio aos portugueses para enviarem imagens, “eu lanço o desafio para que conheçam esta região, para que a visitem e a escolham como destino de férias”, realçou Ana Mendes Godinho.

Por sua vez, Luís Araújo, presidente do Turismo de Portugal destaca que “somos o Melhor Destino Europeu e isso percebe-se através destas imagens, que mostram um país com tanto para oferecer”, esperando que “o reconhecimento não seja apenas internacional e que os portugueses comecem a descobrir o seu país enquanto destino de férias”.