Portugueses já não precisam de visto para S. Tomé

Os cidadãos da CPLP, da União Europeia, Estados Unidos da América e Canadá já podem entrar e permanecer no arquipélago de S. Tomé e Príncipe sem necessidade de visto, por um período não superior a 15 dias.

O operador Sonhando faz saber desta deliberação do Governo de São Tomé acrescentando que a emissão de vistos para este arquipélago está assim suprimida desde que o viajante possua passaporte válido.

Em relação a cidadãos de outros países, a mesma isenção de visto de entrada e permanência é concedida, pelo mesmo período, desde que titulem passaporte com validade superior a três meses e que possuam visto Schengen ou dos Estados Unidos da América.