Presidente da Amorim Turismo diz que turismo tem que ?mudar de paradigma?

O presidente da Amorim Turismo, Jorge Armindo, considera que “o turismo necessita de uma mudança de paradigma” , defendendo que, em Portugal, o sector precisa de maior organização para ganhar capacidade de negociação com os operadores internacionais. “É obrigatório o sector do turismo em Portugal estar mais bem organizado”, afirmou o responsável durante a conferência “As empresas e o Futuro – Competitividade e Empreendedorismo”, que decorreu ontem, no Porto. Para Jorge Armindo, que é citado pelo Expresso, ?o turismo necessita de uma mudança de paradigma?, considerando que o sector, tal como o conhecemos, está ultrapassado, uma vez que os canais de distribuição estão a mudar. Mas o responsável vai mais longe e diz mesmo que Portugal tem “três, quatro ou cinco grupos importantes, mas depois há uma grande a dispersão”, o que dificulta a capacidade de negociação com os operadores turísticos internacionais, defendendo por isso a criação de parcerias e até de operações de consolidação. I.M.